23082019_acaosocialbairrouma_1.jpeg

Na última sexta-feira, 23 de agosto, a Defensoria Pública do Estado, por meio do Núcleo de Atendimento Especializado da Criança e do Adolescente (Naeca) participou da ação “Justiça e Dignidade, com Absoluta Prioridade” promovida pelo Projeto Escrevendo e Rescrevendo a Nossa História (Pernoh), no bairro do Una, em Ananindeua.

O projeto visa a ressocialização dos socioeducandos e egressos do sistema socioeducativo, incluindo seus familiares, além de prestar apoio comunitário ao público em situação de risco e vulnerabilidade social, oferecendo cursos profissionalizantes, musicalização, atividades esportivas, oficinas, palestras e ações sociais, com emissão de carteira de trabalho, identidade, certidões de nascimento e CPF.

A defensora pública do Naeca, Kassandra Campos Gomes, participou da mesa de abertura da ação social, onde foram destacados os avanços obtidos pelo projeto, e se juntou ao juiz da 3ª Vara da Infância e da Juventude, Vanderley de Oliveira; ao juiz da Execução Penal, Deomar Barroso; e à coordenadora das Promotorias da Infância e da Juventude, Ângela Balieiro, para participarem do “Papo di Rocha” do projeto realizado pelo juiz Deomar, com integrantes do sistema penal e alunos da Escola Municipal Cristo Redentor, onde abordaram diversas temáticas, incluindo a conscientização sobre consequências negativas do envolvimento em atos ilícitos, e, por fim, a prevenção contra violência sexual.

23082019_acaosocialbairrouma_2.jpeg

A defensora pública, Kassandra Campos, ressaltou a importância da união dos Órgãos para assegurar a excelência nos trabalhos sociais. “A Defensoria Pública é um poderoso agente de transformação social. No NAECA, por exemplo, atuamos diretamente com o público infantojuvenil, cujo atendimento e iniciativas têm prioridade absoluta como previsto constitucionalmente, o que deve sempre nortear os atores do sistema de garantia de direitos. A união de esforços é uma via excelente de garantirmos efetividade em nossas ações, seja enquanto protagonistas, seja enquanto parceiros, visando o cidadão em suas necessidades, individualidade e como ser social”, disse a defensora.

O Projeto Escrevendo e Reescrevendo a Nossa História (Pernoh) é realizado pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra Brasil) e a Federação dos Empreendedores Adventistas (Fe Adventista-Pará), com o apoio do Tribunal de Justiça do Estado (TJPA) e Ministério Público do Trabalho (MTP-PA).

 

Texto: Camila Madureira

Fotos: Divulgação

Horário de Funcionamento

Segunda a Sexta-feira das 08:00 às 14:00

Endereço

Prédio SEDE
Rua Padre Prudêncio, nº 154, Belém - Pará - Brasil.
CEP: 66019-080
Fone: (91) 3201-2700
Central de Atendimento
Rua Manoel Barata, nº 50, Belém - Pará - Brasil.
CEP: 66015-020
Fone: (91) 3239-4050

Defensorias Públicas

Homologado Para

Desenvolvido por: Equipe sistemas NTI e Equilibrium Web
Aguarde, carregando...